sábado, maio 05, 2007

Começo de uma nova playlist?

Titãs - Pra Dizer Adeus
Você apareceu do nada
E você mexeu demais comigo
Não quero ser só mais um amigo
Você nunca me viu sozinho
E você nunca me ouviu chorar
Não dá pra imaginar quanto
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
Às vezes fico assim pensando
Essa distância é tão ruim
Por que você não vem pra mim
Eu já fiquei tão mal sozinho
Eu já tentei, eu quis chamar
Não dá pra imaginar quanto
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
Eu já fiquei tão mal sozinho
Eu já tentei, eu quis
Não dá pra imaginar quanto

É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais
É cedo ou tarde demais
Pra dizer adeus, pra dizer jamais


é basiamente isso, e mais um monte de coisa.

quinta-feira, abril 12, 2007

Raul de Leôni - Argilas

Argila

Nascemos um para o outro, dessa argila
De que são feitas as criaturas raras;
Tens legendas pagãs nas carnes claras
E eu tenho a alma dos faunos na pupila...

Às belezas heróicas te comparas
E em mim a luz olímpica cintila,
Gritam em nós todas as nobres taras
Daquela Grécia esplêndida e tranquila...

É tanta a glória que nos encaminha
Em nosso amor de seleção, profundo,
Que (ouço ao longe o oráculo de Elêusis)

Se um dia eu fosse teu e fosses minha,
O nosso amor conceberia um mundo
E do teu ventre nasceriam deuses...



Desculpe se eu ando meio copycat. É q eu ando com uma vontade danada de expressar, mas eu não consigo. Só q tem gente q não me conhcee e consegue, perfeitamente, é incrível! Eu queria dizer isso a pessoa certa, talvez eu a mande ler Raul Leôni.

domingo, março 25, 2007

Canção para uma valsa lenta - Mário Quintana

Minha vida não foi um romance...
Nunca tive até hoje um segredo.
Se me amas, não digas, que morro
De surpresa... de encanto... e de medo...

Minha vida não foi um romance,
Minha vida passou por passar.
Se me amas, não finjas, que vivo
Esperando um amor para amar.

Minha vida não foi um romance...
Pobre vida.. passou sem enredo...
Glória a ti que me enches a vida
De surpresa, de encanto, de medo!

Minha vida não foi um romance...
Ai de mim... Já se ia acabar!
Pobre vida que toda depende
De um sorriso... de um gesto... um olhar...


Mário Quintana

"Tem certas coisas que eu não sei dizer", aí prefiro deixar pra quem sabe.

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

-Tia Mila, O Sol é Namorado da Lua, na verdade?
-Não.
-Por quê?
-Ah! Eu acho que é porque eles nunca podem se encontrar...Ficar juntos só no eclipse, e isso demora de acontecer.
-Eles bem que formariam um belo casal.
-Ah, Sim! Ambos belíssimos, bem-sucedidos, amados e admirados por muita gente...
-Mas sempre sós...
-A Lua tem as estrelas como amigas, ué!
-Mas é sem graça, Tia.
-É, ás vezes isso acontece. Nem tudo é como deveria ser.
-E se quando eles se encontrarem no eclipse, eles se apaixonarem! Ou até isso já aconteceu, como na sua hstória!!
-É, Acho que eles não deveriam ter se encontrado...


Adaptado de um Diálogo verdadeiro que eu tive com minha sobrinha, ontem à noite.Depois de contar-lhe uma lenda inventada por mim.
Talvez alguns sejam um pouco como o Sol ou a Lua... Feitos para viver só.