sexta-feira, janeiro 15, 2010

Tem gente que planta raízes na gente. E se erguem, frondosas, como mangueiras milenares. Poda-las é fundamental para o bem-estar de todos. Para que elas cresçam saudáveis em nós. Sem galhos doentes de exagero, sem velharias que pesam, sem emaranhar nos fios de nossa energia.
Tem gente que só finca bandeira. Tímida, flamulando trêmula. Na euforia, parece a conquista da lua tê-las. Mas elas, depois de um tempo, não mais fazem tanta diferença.
Depende de mim, tão somente, considerá-las mangueiras ou bandeiras?
Colhemos o que plantamos. As mangueiras sabem. Bandeiras, seriam vocês capazes de dar frutos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário